domingo, janeiro 21, 2007

Boas idéias, péssimos usos

Acontece assim, o cara tem uma boa idéia, que pode ajudar muita gente e vem um espírito de porco e corrompe o tema original. Foi assim com até com o avião de Santos Dumont, então na internet a coisa não podia ser diferente.

Sempre que recebo emails estranhos com links suspeitos, passo o mouse sobre o tal link e a barra de status me diz rapidamente se estou prestes a clicar num vírus ou não. A prática é simples e pouparia muita dor de cabeça se todo mundo praticasse.

Eis que hoje recebi uma mensagem falando sobre um possível cancelamento de cadastro se eu não clicasse num link pra confirmar que não quero ter meu registro cancelado. Obviamente, antes de clicar eu perdi os cinco segundos habituais pra checar o destino do link. E olha o que apareceu lá: javascript:ol('http://shortlinks.co.uk/118');

Isso, ao invés de um www.xxxxxx.com/virus.exe já esperado por mim, tinha um link pra um site de URL reduzidas. Eu já havia recebido um email usando este artifício no passado e como veio novamente resolvi escrever este post pra avisar, já que nem todo mundo é tão precavido (ou seria medroso?).

A idéia desse tipo de serviço, que pode ser conferido em http://tinyurl.com/ ou http://shortlinks.co.uk/, é pegar um endereço bem grande, como http://www.google.com/search?q=endere%C3%A7o+bem+grande&rls=com.microsoft:pt-br&ie=UTF-8&oe=UTF-8&startIndex=&startPage=1 que tem 121 caracteres no pequeno http://tinyurl.com/2vh4tt com apenas 25 caracteres.

A vantagem disso? Um endereço pequeno é mais fácil de memorizar e digitar, poupa tempo e ainda evita problemas com alguns clientes de email que limitam o tamanho entre quebras de linha.

Ok, a idéia é ótima, mas não tem como você saber o que vai abrir ao clicar no link, pode simplesmente qualquer coisa. Por sinal, se você clicou no link que eu criei acima, obrigado pela confiança, porque nada garante que eu mesmo não estava passando um link para um vírus. Deu pra entender agora o problema da coisa?

Da primeira vez que fiquei sabendo do serviço eu desconfiei das próprias empresas, mas, pelo que pude ver, a idéia original é mesmo benigna. O tinyURL tem até um serviço que permite prever o conteúdo dos links e o Short Links possui um email pra reportar abuso.

Conheça os dois serviços citados em:
TinyUrl
Short Links

E saiba mais sobre o assunto na Wikipédia:
TinyURL
HTTP URL aliasing

Nenhum comentário: